2

[Adaptações de livros #1] O despertar de uma paixão


Hoje vou falar sobre filmes baseados em livros, que eu adoro!!! Sempre que sei que tem o livro e filme, corro para comprar o livro e se der o filme também, ou então quando sei que vai lançar um filme que é baseado em algum livro, ou vou correndo ver o filme, ou se não li o livro ainda saio atrás que nem uma louca.

Hoje eu estava fuçando no Netflix e lá tem uma lista de filmes baseados em livros e eu estava dando uma olhada, quando me deparei com o Filme “O despertar de uma paixão”, como assim tem o livro de um dos filmes que mais gosto!?? Fui lá fuçar no google e descobri que realmente tem um livro, e se chama O Véu Pintado - The Painted Veil - William Somerset Maugham.

Gente, se vocês puderem assistir a esse filme, assistam! O filme é lindo, daqueles que você suspira e chora tudo que tem que chorar.

“Década de 1920. Walter Fane, é um médico de classe média alta, que é casado com Kitty. Eles se casaram pelos mesmos motivos e logo se mudaram para Xangai, onde Kitty, se apaixona por outra pessoa. Quando descobre a infidelidade da esposa, Walter, se vinga aceitando um emprego numa remota vila da China, que foi arruinada por uma epidemia fatal. Kitty, parte com ele, com a jornada e a estada no local servindo para mudar o significado do relacionamento existente entre eles.

Quando eu comecei a assistir esse filme, ele foi me cansando ao extremo por ser parado, por Walter ser um chato, Kitty uma infeliz e por muitas outras coisas, mas continuei a assistir sabe Deus porque, de repente me vi presa em uma trama excelente, onde duas pessoas se casam por interesse e que acabam aprendendo com os erros um do outro, Kitty, por exemplo, quer se casar por dinheiro, ou porque quer sair de casa, essas coisas e Walter é cheio de manias, bobo, aqueles nerds que ninguém presta atenção que só dá atenção ao trabalho, Kitty não gostando desse jeito dele acaba se apaixonando por outro, que é casado e Kitty na ilusão acha que esse cara vai abandonar toda sua vida para ficar com ela, mas é claro que o cara só quer um casinho e nada mais, e um dia Walter descobre que Kitty está traindo e Kitty não nega e diz que quer o divórcio, mas naquela época o divórcio não era muito bem aceito, nem para o homem e nem para a mulher e nesse meio tempo, Walter recebe uma proposta de emprego na China e de castigo ele decide levar Kitty. Kitty vai atrás de seu amante para dizer que o marido descobriu tudo e que é um alivio, assim eles podem ficar juntos, mas logo percebe que o cara não quer nada com ela, e acaba indo “forçada” para a China com o marido.

Na China, a situação não é nada boa, pois estão passando por uma epidemia, a casa que eles moram não tem luxo, Kitty não conhece ninguém e também não entende o idioma deles, logo se vê em casa, sem falar com o marido, em um calor horrível, sem nada pra fazer e culpa seu marido por toda essa infelicidade.

Bom, até aqui eu falei demais... e é aqui que a história começa! Se tiverem a chance de assistir, não percam tempo, assistam! A história é realmente uma lição de vida. Vou deixar o trailer também e assim que eu ler o livro, venho fazer uma resenha.

Sei que não comecei a coluna muito bem, pois a primeira eu deveria comentar sobre um filme que eu já tivesse lido o livro, mas tenho que dizer que esse filme mexe muito comigo.




Beijos e até a próxima.

Eunice Ely

2 comentários:

JannaGranado

Oi Niii eu já tinha ouvido falar do filme, mas ainda não assisti, mas depois desse post vou procurar ele para poder assistir, parece ser uma história incrível, ahhh e eu espero que você leia o livro e venha nos contar se ele é tão bom quanto o filme.


Beijos!!!
http://livrospuradiversao.blogspot.com.br

Raquel

Ola,
Sou blogueira e escritora e estou lançando meu primeiro livro pela Amazon entitulado Vingança Mortal. Gostaria de te convidar a conhecer um pouquinho mais do mesmo no link a seguir:
http://leiturakriativa.blogspot.com.br/2014/07/super-novidade-vinganca-mortal-de.html
Desde já agradeço a atenção e com certeza retribuirei os comentário.
Beijos
Raquel Machado
Leitura Kriativa

Postar um comentário