22

Resenha: Invisível - David Levithan e Andrea Cremer - Galera Record

Oi gente! Hoje trago pra vocês uma resenha de um livro que estou apaixonada pelo autor. Isso mesmo! Há quanto tempo eu não me interessava por um autor e de repente, surgiu ele, todo despretensioso na minha vida e aqui estou eu caindo de amores por ele.

Sinopse: Stephen passou a vida do lado de fora, olhando para dentro. Amaldiçoado desde o nascimento, ele é invisível. Não apenas para si mesmo, mas para todos. Não sabe como é seu próprio rosto. Ele vaga por Nova York, em um esforço contínuo para não desaparecer completamente. Mas um milagre acontece, e ele se chama Elizabeth.
Recém-chegada à cidade, a garota procura exatamente o que Stephen mais odeia. A possibilidade de passar despercebida, depois de sofrer com a rejeição dos amigos à opção sexual do irmão. Perdida em pensamentos, Elizabeth não entende por que seu vizinho de apartamento não mexe um dedo quando ela derruba uma sacola de compras no chão. E Stephen não acredita no que está acontecendo... Ela o vê!
Stephen tem sido invisível por praticamente toda sua vida - por causa de uma maldição que seu avô, um poderoso conjurador de maldições, lançou sobre a mãe de Stephen antes de ele nascer. Então, quando Elizabeth se muda para o prédio de Stephen em Nova York vinda do Minnesota, ninguém está mais surpreso do que ele próprio com o fato de que ela pode vê-lo. Um amor começa a surgir e quando Stephen confia em Elizabeth o seu segredo, os dois decidem mergulhar de cabeça do mundo secreto dos conjuradores de maldições e dos caçadores de feitiços para descobrir uma maneira de quebrar a maldição. Mas as coisas não saem como planejado, especialmente quando o avô de Stephen chega à cidade, descontando sua raiva em todo mundo que cruza seu caminho. No final, Elizabeth e Stephen devem decidir o quão grande é o sacrifício que estão dispostos a fazer para que Stephen se torne visível - porque a resposta pode significar a diferença entre a vida e a morte. Pelo menos para Elizabeth...

Minha opinião: O livro tem 322 páginas e eu o li em um dia, primeiramente porque eu gostei muito do começo da história, que prometia ser uma coisa e acabou indo por outro caminho, mas enfim...
Stephen é um garoto invisível que mora sozinho em um apartamento em Nova York e ele têm 16 anos, tudo estava perfeitamente bem até que chega sua vizinha e seu irmão e o mundo de Stephen vira de ponta cabeça e não só o mundo, como o seu coração.
“Eu não existo. E, mesmo assim, existo”
Stephen descobre o amor, a amizade e  muitas outras coisas... E no decorrer do livro todos os caminhos mudam e eu pensei que fosse um romance normal, simples... bem meus caros leitores... Não é nada disso! Um mundo cheio de maldições e magias acaba surgindo! Isso mesmo!

Gostei bastante do Stephen, e como já percebi, David Levithan gosta muito de personagens com o bom coração e que sejam singelos... Stephen é mais um deles a roubar o meu coração. Depois acabamos conhecendo Elizabeth que também gostei bastante, mas que em alguns momentos achei um pouco forçado e depois conhecemos seu irmão Laurie, um tipo de irmão que no meu mundo não existe... hahaha, Laurie é o tipo de pessoa que se você conhece você quer ser amigo pra sempre, e foi isso que eu senti, que ele deveria sair das páginas de Invisível e ser MEU amigo! Temos também Sean, Millie e muitos outros personagens que espero que vocês possam conhecer por si mesmos.
"Assim como a febre faz com que o frio pareça mais frio, o amor pode tornar a solidão ainda mais solitária."
O livro flui muito bem e tenho que dizer uma coisa boba, sem nada a acrescentar, mas que sempre anoto quando estou lendo, são os livros que os personagens leem, e Elizabeth e Stephen leem bastante, mas nem sempre o David citava os títulos. Um que me chamou bastante a atenção e que talvez seja de onde saiu o nome da Elizabeth é o livro Mulherzinhas e por incrível que pareça eu estava olhando um vídeo da Tatiane Feltrin do Tiny Little Things e ela falou desse livro no mesmo dia... o.O. Lá vai eu que nem uma  louca procurar para ler. Ah... no livro também é mencionado o livro Retalhos de Craig Thompson que também me chamou a atenção e vou querer comprar.

“Quero escrever Eu te amo, mas estou apavorada demais para arriscar. Até pensar nisso é assustador.”
Bom gente, é isso! Gostei realmente do livro e se o David Levithan mencionar que está escrevendo outro livro vou esperar ansiosa para ler outra história dele, porque ele é um dos poucos que consegue me prender com essas histórias, senão o único!

Tem aqui no blog a resenha do livro TODO DIA, quem quiser só clicar no titulo do livro.

Ah, também não posso esquecer de falar da Andrea Cremer, ela escreve livros sobrenaturais, senão em engano já tem livro publicado no Brasil, mas como eu não gosto muito do tema, não me atentei muito, mas se ela escrever outro livro com o David Levithan vou ser a primeira a comprar.

Beijos e até a próxima! :)

Eunice Ely

Esse post faz parte do TOP COMENTARISTA ESPECIAL Agosto de Setembro!




22 comentários:

Mariana Teixeira

Olá!

Sempre é bom essas histórias despretensiosas que chegam e nos encantam totalmente, né?

Achei bem interessante a história do livro e vou adicionar a minha listinha de pretendido rs.

bjs

http://letrasdanana.blogspot.com.br/

Érica Leme

Oi, tudo bem?
Eu estou com muita vontade de ler esse livro desde a pré-venda e sempre as resenhas são positivas, que me animo mais e mais!!

Beijocas
www.serleitora.com.br

Gabriel

Olá, tudo bem?

Que pena que você não achou esse livro tão incrível. Eu estou louco nele e, sem dúvida, irei comprá-lo em Setembro. Beijos!

http://euvivolendo.blogspot.com.br/

Rizia

3 Estrelas?

Tenho que ler e ver se é bom!

Beijinhos
Rizia - Livroterapias

Rafaela Saturnino

Esse livro parece ser super fofo e perfeito pra ler em um dia. Todos os personagens parecem ser fantásticos, não só os protagonistas. Mas confesso que tenho mais curiosidade em ler Todo Dia do que esse livro, Todo Dia parece ser melhor...
Beijos!

pamela M.

Eu estou doida pra ler esse livro! Eu já li Todo Dia e amei. Agora estou querendo ler esse livro do autor. A história parece ser bem diferente, por ter essa maldição, mas o livro parece ser bem interessante com isso. Estou curiosa pra saber como vai acabar essa história. Espero ler esse livro logo!
Bjss

Amanda Mathes

Achei a resenha muito legal e muito bem escrita, pena que o livro não mereceu 5 estrelas, talvez eu esteja concentrada em tantos outros títulos que desejo ler em breve, que não me interessei muito por essa história.

euniceely

Não mereceu por ser sobrenatural, mas tenho certeza q vc vai gostar Amanda!

euniceely

O livro é muito bom, só não dei 5 estrelas por ser sobrenatural ou fantasia... não sei dizer ao certo... rs

euniceely

Todo dia é lindo né Pamela! David Levithan é Divo!!! kkkkkkkk

euniceely

Rafaela, os dois são bons! Leia sim! Os dois valem a pena!
Bjs

euniceely

Com certeza Rizia! Leia sim!

euniceely

Gabriel, o livro é muito bom! Só não gosto muito de fantasia e tem nesse livro!

euniceely

Oi Erica, tudo bem?
O livro vale muito a pena!
Bjs

euniceely

Oi Mariana, leia sim!
Bjs

Jaqueline Moura

Sei lá, essas histórias sobrenaturais não me interessam, já não li "Harry Potter" e "Percy Jackson" exatamente por esse motivo. A história parece legal, mas nem vou anotar.

nathalia muller

Fiquei mega curiosa... adoro sobrenaturais... o livro parece ótimo...
OMG, mais um para a minha lista, assim não dou conta....

Nathalia de Fatima

Não sou muito fã de livros sobrenaturais e tal. Mais sobre a resenha, gostei dela. E os quotes que vc escolheu foram muito bons. Afinal, quem nunca se sentiu invisivel estando no meio de uma multidão? Boa dica.

Nadja Dias

Oi! Gostei desse livro. Essa ideia de levar a história para um lado mais irreal parece que deu mais vida ao livro. Renho vontade em lê-lo, a capa me instigou e agora com a sua resenha acho que vou me apaixonar. Estou precisar ler histórias mais diferentes e que me tire do eixo.

Georgia Germer

Se eu amei "Um Dia" do
David Levithan, já é um bom indício de que este livro seja tão bom quanto. Outro fator que me faz ter vontade de lê-lo é Nova York como plano de fundo! Sou apaixonada!

Gladys Sena

Como não curto enredos fantasiosos, passarei longe... bj!

Jéssica Maria

Os livros do David pelo jeito são sempre profundo e ainda assim leves né? Espero poder ler esse livro, apesar de Napoli ter gostado dessa capa!

Postar um comentário